saida Campos Salles

by

Pessoal,

Segue uma listinha sobre algumas situações vividas no Campos Salles que contribuem com a indicação do UNICEF para que façamos o projeto em outra escola:

– Primeiramente, o argumento geral é que a escola não tem a estrutura necessária para o pleno desenvolvimento do projeto. Isso se verifica a partir de:

Problemas de infra- estrutura

– Mesmo depois de acordado em 2009 que nossa sala seria a de vídeo, segunda passada (11 de maio) quando os educadores chegaram a sala estava sendo usada para distribuição e armazenamento de uniformes. As alternativas de sala foi a quadra (onde acontecem 2 intervalos e em uma sala em reforma, onde os pedreiros estavam trabalhando). O Massao então sugeriu que usassem a sala de uma professora que faltou.

= Este problema de sala acontece desde o ano passado, apesar de muitas conversas. O ano passado tivemos problemas de professor que chegava para usá-la no meio de nossas atividades. Às vezes a coordenadora da manhã não falava com a da tarde e isso gerava este tipo de confusão.

Problemas de comunicação

– Não somos avisados quando os meninos do projeto estarão fora em passeio escolar.

– Às vezes acontece de não ter aula de manhã e os meninos por tabela não vão para o projeto à tarde. Não recebemos nenhum tipo de notificação.

– Em 2009, ficamos sem uma professora ou funcionário que fosse nosso interlocutor. O ano passado havia a Maria de Lourdes que acompanhava todas as atividades.

– Em 2008, fizemos os mutirões de comunicação para o grupo de estudantes que eram dos conselhos de salão, por indicação do Braz. Mas esses estudantes já estavam completamente comprometidos com os outros muitos projetos à disposição da escola. refizemos os mutirões, mas nunca conseguimos uma turma numericamente compatível com o previsto pelo projeto.

– Este ano, como solução construída com a escola, foi combinado que faríamos o projeto com as turma de 5ª série, que ainda não tÊm tantas oportunidades de projetos. Mas descobrimos que muitos dos estudantes ficam no CCA, para brincar e fazer as lições de casa. A escola também colocou alguns meninos do projeto na Comissão da Caminhada da Paz e na monitoria da sala de informática, o que por um lado é legal, mas novamente não fomos avisados.

– Nasconversas com os professors, eles sugeriram que nós entrássemos semanalmente  na escola durante o período escolar, cuidando de alguma parte do roteiro escolar.Consideramos que isso pode ser legal mensalmente, mas que nossa idéia não é ocupar o horário de aula e sim propor diálogos com o currículo escolar e os objetivos específicos do projeto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: