Dia 28 de abril

by

Wesley, motor da turma, ambientando a sala

Wesley, motor da turma, ambientando a sala

***

Atividade:

– Debate sobre política, ética, democracia e representatividade;

– Levantamento de projetos e focos;

– Dinâmica da massagem e do beijo.

***

Metas:

– Sondar dedicação e envolvimento dos membros do grupo, recontar participantes, saber como está o clima do Navegantes da Notícia, o astral desse coletivo que criamos;

– Iniciar pontualmente nossa reflexão / debate sobre ética e sobre o peso sócio político do trabalho que estamos desenvolvendo;

– Avaliar oralmente o processo até aqui, escutar todos;

– Clarear focos e projetos específicos (produtos e veículos de comunicação), para dar mais consistência ao programa pedagógico e jornalístico adotado;

– Resgatar a afetividade do grupo.

Participação:

Iniciamos em círculo enumerando nossa pauta e as questões principais, mostrei os instrumentos de planejamento, a lista de presença, o suporte que buscamos para manter uma oficina de qualidade. Dividimos com eles essa meta, tocar uma boa tarde de trabalho comunicativo, comentamos sobre o tempo aplicado em brincadeiras e sobre o tempo aplicado em ações práticas, qual equilíbrio? Surpreendendo o educador, o Mike foi porta voz de uma ótima crítica: “- Precisamos ter mais ações concretas, acho que a falta de algo prático pode ter desestimulado as pessoas que saíram.” Para pensar;

Notamos que nosso núcleo expressivo e coeso é formado por 13 adolescentes muito capazes e cientes do que querem, com ótimo perfil para darmos sequência à formação. Ponto. Porém, queremos saber dos que se afastaram, dos aéreos, de motivações e razões. Os sinais de evasão devem ser estudados e tabulados, sobretudo acompanhados em tempo hábil pra que possamos traduzir o que ocorre e interferir. Debatemos sobre essa questão, sobre a constituição do grupo, seus componentes de fato, integrantes visitantes e os indecisos. Como proceder? Combinamos de fazer um chamado aos ausentes, para que apareçam para comunicar o que quer que seja, nem que seja sua saída, mas simples abandono não vale. Vale a simples satisfação para o grupo inteiro, não só para os educadores, para o Navegantes, no dia de seu encontro. Desde de já estavam todos convocados para essa repactuação, nesse momento os próprios colegas ficaram de avisar quem estava faltando nossos encontros de terça e quinta;

Provocado sobre seu interesse na oficina proposta, o pessoal presente afirmou que ali estava o grupo, que o curso deveria ser dedicado a esse grupo e pronto, estavam ali e afim! Foi uma afirmação legal. Eles contaram de como fizeram uma avaliação da aula de ciências, e que foi muito bom, trouxe questões verdadeiras, que eles sentiram. Sugeriram fazermos uma avaliação do nosso grupo. Ótima idéia. Constatamos que já estamos nesse ato, mas que podemos formalizar essa nova avaliação. Nos convidaram para a reunião de conselho de classe, no dia 30, uma chance para nos colocarmos juntamente aos professores;

Vale que começamos a trocar nesse papo fatos que ocorrem em sala de aula, o que estão desenvolvendo os professores, que juízo fazem de nosso trabalho, como podemos ajudar / influenciar em sala de aula, o que tem a ver o que fazemos com o que estudamos. Foi triste saber que uma professora havia se referido ao nosso trabalho como “curso de merda”, ainda naquela manhã, declaração propositalmente pública, para a criançada. Esse tipo de atitude racha a noção de moral e ética dos adolescentes, planta rusgas e alimenta conflitos não construtivos. Lembraram de outros professores que falaram positivamente, que gostariam de estar mais perto. Tivemos inclusive a visita da professora Altamira, que de dispôs a ficar com a gente, disse que tem tempo, combinamos de chamá-la quando formos fazer grafiti;

Lund e Mike tiveram idéias pró ativas na noite anterior, irrequietos, ficaram matutando, cada um em suas casas, como dinamizar e melhorar o nosso trabalho no navegantes da Notícia. Lund publicou nosso blog, precipitado, foi criticado pelo grupo por não ter socializado a jogada, e elogiado pela iniciativa. Ficamos de rever a URL, que o grupo não curtiu, e já reunir várias descrições/definições feitas por cada um, para postarmos no blog Navegantes da Notícia. Mike estava nesse mesma vibração, pensando em um lugar para nosso computador e como viabilizar uma verba para o que precisamos, ficou até altas horas no computador pesquisando como montar um site ou um blog. O projeto acabou de impondo no círculo, foi ótimo contar com a iniciativa desse dois, agora precisamos aferir e arredondar o Blog, nosso primeiro veículo de comunicação público;

Os pedidos pra ir no banheiro incomodam, nunca sabemos se é caô ou a moça(o) está urinando-se, são sempre sinceros, até quando atuam. Teremos que conversar sobre essa dispersão. Por outro lado, não temos intervalo, vamos direto das 13:30h às 16:10h, é compreensível que queiram sair vez em quando. Mas essa situação de circular no CEU, ou de atravessar outra atividade concomitante precisa ser cuidada;

Fomos comunicados da vitória do Sandro na presidência da Associação dos Moradores, ótima deixa para discutirmos nossa posição nesse tipo de situação política. No encontro anterior, quatro membros do grupo perguntaram se poderíamos apoiar a chapa do tio Sandro na eleição. Respondemos que não, pois um apoio político desse gênero só pode se realizar se todos os membros do Navegantes assim desejarem, e que ainda assim poderíamos ser questionados sobre nossa independência política. Individualmente cada um pode apoiar quem quiser, como grupo organizado dependeríamos de uma pequena assembléia para decidir sobre a questão. Por exemplo, o pai da Alice pertence a outra chapa, e ela o apóia. Temos gente de origens e pensamentos diferentes num mesmo grupo, e isso é bom. Falamos sobre neutralidade, imparcialidade, ética, cumplicidade e convicção ideológica. Destacamos nossa postura de comunicadores, repórteres, portanto, defensores da liberdade de expressão e opinião;

Carol saiu logo no começo com uma forte dor de cabeça, estava bem abatida, pediu para ir pra casa, levei-a até a porta da frente. Os guardas do CEU não deixam os alunos saírem por conta própria, precisam ter autorização dos professores, medida importante para nossa segurança;

Foi um dia de muita conversa e uma certa tensão no bate papo, mas é assim, nem sempre é festa ou suave, há processos mais duros, em compensação também mais produtivos e esclarecedores. Foi nesse papo que detectamos assuntos emergentes, opiniões reais, relações humanas e a noção do espírito de grupo. Comentário da Ana Jéssica ao final: “- Pô! Hoje foi chato, só conversamos.” É, só não, muito conversamos, e muito conversaremos. / Encerramos com massagem coletiva: karatezinho-conchinha-amassa massa nas costas do colega e vice versa, beijos e tchau!

Indicativos:

– É hora das devolutivas: jornal mural, visita aos locais mapeados, material para os professores, pacote Vanzolini e mapa refeito;

– Projeto de rádio pede passagem, no intervalo ou recreio pode surpreender;

– Querem reunião de pais, e quando adolescente pede isso é porque o negócio é sério. Já havíamos constato essa necessidade, precisamos viabilizar esse encontro, onde faremos um momento especial para os pais e responsáveis. Horário: 18:30h;

– Vamos para a internet!

– Utilizar visita do francês para compor uma atividade fotográfica, de apuro do olhar.

***

Reunião (mais indicativos)

com Mônica e Cris, sobre:

– Local de instalação do computador e periféricos para base de trabalho;

– Local para guardar os equipamentos eletrônicos permanentes;

– Política de uso do material: retiradas, acesso, manutenção, empréstimos e manipulação;

– Jornal mural para nova passada nos locais mapeados;

– Agendar sala computers, para digitação de perfis;

– Ponte com o projeto “São Paulo é Uma Escola”, de rádio.

Sylvio Ayala (educador)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: